Tag: games

Office Games – The Leverage

leverageOffice games is a thing in all jobs. All the time, intentionally or not, it is something being played. If you are in a game, and you don’t know the rules or even that you are playing it, you will loose it for sure.

The most important think in every office games it’s the leverage. Many people think its fairness, but it’s not. Life isn’t fair, maybe the “time” will make it fair in the long term, but for the job, most of the times it’s too late.

People aren’t on the job to be fair, they are for their personal reasons, money, success, satisfaction, recognition, power, etc. If you are an obstacle for them, they will defend their goals as they can, and usually not being fair.

The excellent Netflix series “House of Cards” is an example of managing “leverage”. There is a passage from Frank Underwood, the master of creating leverage when he is talking with the president:

“Do I think she oversteps sometimes? Yes. Does she wrongly equate her advice with mine? Often. But the question that occurs to me is not about Linda. Let’s say you refuse her resignation if this gets out, and it could, won’t you be sending a signal to anyone who works for you that you can be leveraged? “

So, learn the game, learn the rules, play it!

Here some tips to get leverage:

  • Have something the other person needs
  • Have more authority.
  • Try to have a positive attitude
  • Try to be “cold”. Don’t be too emotional.
  • Have skills hard to be replaced
  • Have a good reputation
  • Try to have something that only you can provide
  • Build a network of empathy and cooperative attitude with the others.

Yes, these are things we all know from working, but are we developing them as much as we are developing our hard skills?

One of the definitions of Leverage
“The ability to influence a system, or an environment, in a way that multiplies the outcome of one’s efforts without a corresponding increase in the consumption of resources.” (from the BusinessDictionary)

Gamification in the family

One of these days I went out to lunch with my family. My daughter does not like to eat, it is complicated to sit an entire meal just to eat. But there’s something she likes, games, play them on my wife’s iPad, on my iPhone, Laptop, etc.. Why not apply gamification with my daughter, since I am a gamification evangelist? She was eating steak with chips and a juice that she likes a lot. The juice was already halfway. So I proposed the following game: For every 5 chips and 3 pieces of steak she could drink a sip of juice. It worked, ate almost everything!
The meat and potatoes were the points, my daughter was the player whose behavior I wanted to change, the juice was the package of rewards!
One of these days I’ll play another … several meals completed, and give her a “Badge” (probably a Winx doll or other toy that she can show to her friends as a prize!)

Gamificação: Mecânica, Estética, História e Tecnologia – Parte II

Num dos meus últimos posts falei da relevância da História na criação de um jogo, seja ele para gamificar um site, criar realmente um jogo ou uma aplicação para um smartphone, tablet ou pc. Hoje irei abordar a Mecânica do Jogo.

chess O que é a Mecânica do Jogo? A mecânica do Jogo são as regras, surpresas, caminhos possiveis, acções, objectivos de vitória, ganhar vidas, conquistar, etc que vemos num jogo. São as restricções e ao mesmo tempo o nosso playground, ou seja, o espaço onde decorre o jogo segundo um conjunto de “regras”. Um exemplo simples: Xadrez! As regras são claras: pode ser jogado por 2 jogadores, um com peças brancas outro com as pretas. Cada jogador tem um conjunto de peças que se movem sob determinadas regras (num tabuleiro de 64 casas brancas e petras), e os seus próprios movimentos por vezes estão constrangidos à posição de outras peças (um peça não se pode mover se isso matar o seu próprio rei), do adversário ou da própria Estética(casas brancas e pretas. Num posto futuro falarei sobre a Estética do Jogo) do tabuleiro. O objectivo é ou dar mate ao rei adversário ou empatar quando não é possivel a vitória.bookstore

Um outro exemplo fora do âmbito dos jogos puros poderá ser um web site. Uma estratégia para atrair utilizadores a um site gamificado (ou não) é recompensa-los quando estes recomendam alguém e essa pessoa volta ao site. Esta estratégia é por exemplo usada pela Dropbox, que oferece mais X GBytes de espaço quando alguém vem por convite e mais ainda se essa pessoa comprar mais espaço. Vamos supor que o site é sobre compras de livros digitais, também serve para outros produtos, e estou quase a chegar ao nível 2 do site, onde me é dado 5% de desconto permanente, mas para isso preciso de mais 100 pontos que consigo com 10 novos registos de utilizadores no web site que comentem livros pelo menos 1 vez. Além disto, sou reconhecido no site quando atinjo X recomendações sociais! Toda esta descrição faz parte da mecânica do jogo no site, “obriga-me” a trazer clientes, fazendo-me progredir no “Jogo” que por sua vez me traz recompensa pessoal. (Espantoso como a Gamificação faz as coisas andarem para a frente e ajuda o marketing de uma forma sensacional!).

Trazendo de volta o post anterior, qual seria a história para um web site de venda de livros gamificado? Poderia ser contada juntando a missão da empresa na venda dos livros, algo como servir o livro certo para as expectativas dos clientes, e ao mesmo tempo criar “aventuras” sobre determinados temas dos livros para os quais os utilizadores/clientes gostassem de comentar e dar as suas opiniões sobre os mesmos. Possivelmente, o número de comentários, o número de recomendações e o número de comentários bem avaliados seriam possivel fontes de pontos para promoções, descontos, badges, recompensas, etc. Os níveis seriam os descontos, que seriam também rewards ou recompensas, e um leaderboard de especialistas sobre temas no site! (Acho que já entrei demais na estratégia do marketing para um web site, mas foi para o bem da mecânica!).

Se a história é a descrição do mundo do jogo, a mecânica é sem dúvida a criação “física” desse mundo e como podemos “jogar” nele.

photo credit: szeke via photopin cc photo credit: EricGjerde via photopin cc

Bad Behavior has blocked 86 access attempts in the last 7 days.

Hyper Smash